Feeds:
Posts
Comentários

https://opesquisasdequimica.wordpress.com – novo endereço
http://instagram.com/pesquisasdequimica
http://twitter.com/pesquisasdequi1
e-mail: pesquisasdequimica@gmail.com
O canal de Youtube em breve estará em funcionamento.
15 anos de funcionamento, totalmente reformado e com canais especificamente criados para os leitores e seguidores.
Conheça!


Nossa primeira live, no Instagram do Pesquisas de Química em breve teremos uma programação também de lives sobre Ensino de Química, com professores e especialistas na área. Aguardem e acompanhem!

Química acessível

#Repost @quimicacessivel (instagram.com/quimicacessivel)
• • • • • •
São Conrado, Rio De Janeiro, Brazil

Estou trabalhando para disponibilizar nossa live o mais rápido possível no IGTV.
Foi um sucesso!
Tivemos um pico de quase 80 pessoas na primeira parte e na segunda parte, onde tivemos a interação com o público que assistia, respondendo às questões, foram quase 50 pessoas nos questionando.
Muito obrigada!
Faremos mais encontros como esse.
E já adiantando que a professora Priscila do @professorinclusivo (instagram.com/professorinclusivo) retornará daqui 2 semanas para conversar comigo sobre “EaD no Nível Superior e a Pessoa com Deficiência”.
Acompanhe as novidades seguindo esse perfil e o dela.
Em breve novos encontros serão anunciados.
Bom final de semana a todos!
👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏

Live de ontem parte 1 https://drive.google.com/file/d/12dr33Av8ljMrMgau8kRPF00Jd9k9dLJ5/view?usp=sharing e Live de ontem parte 2 https://drive.google.com/file/d/12g-BQJpt6q_Bp6WcUzUhq80Zxko2aFJJ/view?usp=sharing

Ver o post original


O grupo de formação continuada de professores de Ciências e Biologia do CAp-UFRJ produziu materiais didáticos sobre a COVID-19 e esse momento que estamos vivendo. Está disponível em nosso blog, Confira: https://comptboaspraticas.blogspot.com/. Visite também nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/compartilhandocapufrj/

123Infodemia – Boas Práticas


Veja como adaptar teoria e exercícios que envolvam as representações dos modelos de gases reais e ideais em físico-química.

Química acessível

Caro professor regente ou de sala AEE (sala de recursos):
Utilizamos algumas representações de modelos para estudos envolvendo os gases ideais e reais, para Nível Médio mais para gases ideias.
Alguns tópicos da físico-química envolvem essas representações realistas, imagéticas que são de fácil compreensão dos alunos com deficiência, quando utilizados.
Veja exemplos de algumas que são bastante úteis para adaptar textos e exercícios para seus alunos:
Para os gases usamos esquemas de bolas: cada tipo de átomo é uma bola de tamanho e cor diferente, como abaixo mostro:
image
Esses gases podem ser representados em recipientes fechados ou abertos, dependendo da situação, como cubas (figura quadrada), ver imagem abaixo:
image (1)
Ou ainda, em reações químicas, tal como a imagem ilustrativa a seguir:
image (2)image (3)image (4)image (5)
Quanto à linguagem: o mais resumida possível, o vocabulário mais simples que puder, pois quanto mais resumidinho e simples mais estaremos respeitando o princípio do desenho universal, ok?
Acredito que…

Ver o post original 43 mais palavras


3101

A coleção “O Conhecimento Científico na Química” é uma obra que tem como foco principal a discussão e divulgação científica por meio de trabalhos com diferentes funcionalidades que compõe seus capítulos. A coleção abordará de forma categorizada trabalhos, pesquisas que transitam nos vários caminhos da química de forma aplicada, contextualizada e didática.

O objetivo central foi apresentar de forma categorizada e clara estudos correlacionados a identificação de inibidores do vírus do Zika; caracterização/análise química e antioxidante de plantas com forte potencial de ser aplicado como antioxidante comercial; desenvolvimento de emulsões de maior estabilidade; pesquisas associadas a característica e aplicação da técnica de Raios-X; estudos que exploram propriedades dos óleos essenciais; apresentação de métodos concordantes com os princípios da química verde e metodologia no ensino da química desenvolvidos em diversas instituições de ensino e pesquisa do país. Em todos esses trabalhos a linha condutora foi o aspecto relacionado à caracterização, aplicação, otimização de procedimentos e metodologias, dentre outras abordagens importantes na área de química, ensino e engenharia química. O avanço das pesquisas e divulgação dos resultados tem sido um fator importante para o desenvolvimento do conhecimento científico na química.

Temas diversos e interessantes são, deste modo, discutidos aqui com a proposta de fundamentar o conhecimento de acadêmicos, mestres e todos aqueles que de alguma forma se interessam pela área de química tecnológica, bacharel e licenciatura. Possuir um material que demonstre evolução de diferentes metodologias, abordagens, aplicações de processos, caracterização com diferentes técnicas (microscopia, titulação, espectroscopia no infravermelho por transformada de Fourier e raios-X) substanciais é muito relevante, assim como abordar temas atuais e de interesse tanto no meio acadêmico como social.

Deste modo a obra “O Conhecimento Científico na Química” apresenta estudos fundamentados nos resultados práticos obtidos pelos diversos professores e acadêmicos que arduamente desenvolveram seus trabalhos que aqui serão apresentados de maneira concisa e didática. Sabemos o quão importante é a divulgação científica por meio da publicação de trabalhos, por isso evidenciamos também a estrutura da Atena Editora capaz de oferecer uma plataforma consolidada e confiável para estes pesquisadores explorarem e divulgarem seus resultados.

Jéssica Verger Nardeli

O Conhecimento Científico na Química

DOI: 10.22533/at.ed.867200204

ISBN: 978-65-86002-86-7

PALAVRAS CHAVE: 1.QUÍMICA – PESQUISA – BRASIL. I. NARDELI, JÉSSICA VERGER.

ANO: 2020

 


91925138_149077569941255_8001629161707798528_o

BAIXE A PUBLICAÇÃO​

Tradução e adaptação do material do “Coronavirus disease (COVID-19) advice for the public: Myth busters” (link), da World Health Organization (Organização Mundial de Saúde) – WHO, para a língua portuguesa, por Mariana D. Ribeiro e Maria Júlia M. Antunes. Revisão: Professoras Sonia Vasconcelos e Martha Sorenson. Apoio técnico: Fábio R. Alencar. Laboratório de Ética em Pesquisa, Comunicação Científica e Sociedade (LECCS), Programa de Educação, Gestão e Difusão em Biociências – Instituto de Bioquímica Médica Leopoldo de Meis (IBqM), Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). http://www.leccs.bioqmed.ufrj.br/novo-coronavirus

%d blogueiros gostam disto: